Aparelho Digestório

 No nosso primeiro post, iremos abordar o tema "Aparelho Digestório", dando mais informações sobre os chamados Intestino Cefálico e Intestino Cranial, que compreendem a cavidade oral, a faringe e o esôfago, além de fornecer as particularidades entre as espécies.

                     
                                                   Fonte: http://www.rtbracoes.com.br/curiosidades_detalhes.php?id=14
 
 "O Aparelho Digestório engloba os orgãos relacionados com a recepção,redução mecânica, digestão química e absorção de alimento e líquidos, e com a eliminação de resíduos não absortivos.
É constituído pelo trato alimentar, que se estende da boca ao ânus, e certas glândulas - glândulas salivares, pâncreas e fígado -, que drenam por meio de ductos que se abrem no interior do trato.
As partes que compõem o trato alimentar, na sequência correta são boca, faringe, esofago, estomago, intestino delgado e intestino grosso."
        Trecho retirado do livro Tratado de Anatomia Veterinária- Dyce, Sack e Wensing.



Boca

  Local da primeira fase da digestão, chamada de Mastigação, que ocorre com a ação da língua e dos  dentes que, em conjunto promovem o corte e a trituração do alimento para que sua superfície possa diminuir e, assim, possa haver a ação enzimática sobre essas partículas.
 A boca contém uma série de estruturas, que podem variar de acordo com a espécie, e consequentemente com o habito alimentar e que vão auxiliar no processo de mastigação.
 Além dos dentes e língua, é composta por Glândulas Salivares, que liberarão a amilase salivar quando estimuladas pela presença do alimento.

Principais Funções
 Captura, mastigação e instalivação do alimento, além de atuar como defesa/agressão.

Externamente, seu aspecto dos lábios possui algumas variações de acordo com as espécies e os habitos alimentares:


Equinos - Sensíveis e Móveis (Apreensão e introdução do alimento na boca)

Felinos - Menos móveis e menores ( Presença de sulco mediano = limitação da mobilidade)
Caninos - Longos e menos móveis (Presença de sulco mediano) 

 
        Fonte: http://medvet2009.blog.com/files/2010/12/Anatomia-do-Sistema-Digest%C3%B3rio-I_nat.pdf

Ruminantes - Espessos e insensíveis ( Dieta abrasiva)
        Fonte: http://medvet2009.blog.com/files/2010/12/Anatomia-do-Sistema-Digest%C3%B3rio-I_nat.pdf

Suínos - Disco Rostral ( Vedação e Sucção)


Cavidade Oral

Se inicia entre os lábios e continua em direção a faringe.Os dentes proporcionam uma divisão em Vestíbulo, limitado pelos lábios e bochechas e a cavidade oral propriamente dita, centralmente. Nos herbívoros, as bochechas tendem a ser maiores. Nos ruminantes, cuja dieta é abrasiva, um epitélio espesso e cornificado, que contém uma grande quantidade de papilas, dá proteção a bochecha.

 Divertículo do Vestíbulo Oral:  em certos roedores e primatas. São "bolsas" das bochechas que permitem o armazenamento de alimento.

Glândulas Salivares
 

Glândula Parótida, Glândula Mandibular, Glândula Sublingual, Glândula Zigomática (Cães)
 

Termos Importantes 

Palato Duro: Lâmina formada pelos processos palatinos dos ossos incisivo, maxilar e palatino. Forma o teto da cavidade oral propriamente dita. É repleto de rugas, que auxiliam a continuidade do movimento do alimento pelo trato.

Ducto Incisivo: Localizado no teto da cavidade oral. Promove a comunicação da cavidade oral e a cavidade nasal. =  Relação Gosto/Cheiro

Órgão Vomeronasal: Promove a captação de partículas do ambiente. (Detecção de Feromônios)

Palato Mole: Caudal ao palato duro.  


Dentes

 Funções:

    Incisivo:Cortar e retalhar
    Canino: Rasgar
    Pré-Molares: Triturar
    Molares: Triturar

 

Classificação quanto a Implantação Dentária:

Pleurodontes: Unidos à superfície interna do osso
Acrodontes: Unidos à superfície ossea
Tecodontes: Implantados no osso

Classificação quanto ao número de fileiras dentárias:

Polifiodontia: Sucessões múltiplas de tocas dentárias.
Difiodontia: Apenas uma substituição dos dentes. Segundo conjunto é mais forte e mais bem adaptado a mandíbula e a maxila. 

Classificação quanto a forma dos dentes:

Homodontes: Condição em que todos os dentes apresentam a mesma forma.
Heterodontes: Condição em que os dentes estão divididos de acordo com sua forma, que é especializada numa determinada função.

Evolução:

Condição Primitiva
Pleurodontes, Difiodontes, Homodontes.

Condição atual
Tecodontes, Difiodontes, Heterodontes

Conceitos importantes


Diastema: Espaço considerável entre os dentes. Geralmente entre os incisivos e molares.
Margem Interalveolar: Espaço entre os dentes.
Dentes Braquiodontes: São curtos e o aparecimento do corpo é interrompido após a oculsão dentária. Constituídos de Coroa, Colo e Raíz.
Dentes Hipsodontes: Possuem corpo alongado, que será exposto com a necessidade. São chamados de "dentes de crescimento contínuo". Encontrados em animais que apresentam dieta abrasiva.
Pulvino Dentário: Ausência de incisivos na parte superior da boca do animal, que é compensada por uma intensa queratinização. Forma uma base para a mastigação dos dentes incisivos inferiores. Presente nos Ruminantes.

Língua

Órgão altamente muscular. Constituído de 3 partes:
Raíz e Corpo = Fixos
Ápice= Livre


Funções:
Mastigação e deglutição;
Percepção de sabores (Via Papilas Sensitivas);
Limpeza;
Dissipação de Calor.







Papilas

  • Mecânicas 
Filiformes
Cônicas
Lenticulares (Ruminantes)


  • Sensitivas

Fungiformes
Folhadas (Suínos e Equinos)
Valadas


              Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-736X2012000300016
                   Fonte: http://dc223.4shared.com/doc/pKLURDij/preview.html


Torus Lingual ( Em Ruminantes)


Faringe 

Se situa atrás da boca e se continua com o esôfago. 

Dividida em:

Nasofaringe: Parte correspondente ao trato respiratório
Orofaringe: Parte correspondennte ao trato  digestório
Laringofaringe:Parte comum dos tratos digestório e respiratório. Maior parte da faringe. É na laringofaringe que há a entrada para a laringe, que apresenta a epiglote, ventral ao palato mole, exceto em equinos, que fará o direcionamento para a continuidade do trato digestório ou respiratório. 


Tonsilas Palatinas (Popularmente Amigdalas): são massas de tecido linfoíde e portanto uma das primeiras barreiras do organismo.



Deglutição


Constituída por duas fases:
Estágio Incial (Na Boca): Fase Voluntária
Estágio Final (Fase faríngea e Fase esofágica) : Fase Involuntária

"Ato neuromuscular que promove o movimento do bolo alimentar da cavidade oral através da faringe, passando pelo esôfafo até atingir o estômago."









               Fonte: http://medvet2009.blog.com/files/2010/12/Anatomia-do-Sistema-Digest%C3%B3rio-I_nat.pdf





              Fonte: http://medvet2009.blog.com/files/2010/12/Anatomia-do-Sistema-Digest%C3%B3rio-I_nat.pdf


Esôfago


Conduz o alimento da faringe ao estômago.
Tem início dorsalmente a cartilagem cricoíde.
Segue a traqueia ao longo do pescoço.
No tórax corre no mediastino.
Sua porção final é chamada região da Cardia, que possui um esfíncter de mesmo nome.
Nos cavalos esse esfíncter é bastante desenvolvido.


Estrutura

Externamente é revestido por tecido conjuntivo frouxo (adventícia), substituído por serosa no tórax e no abdome.
Internamente a mucosa é disposta em dobras longitudinais (quando o órgão vazio), que permitirão sua dilatação na passagem do bolo alimentar.

 


 
 

No próximo post, traremos informações sobre Órgãos Urinários. Aguardem! 

2 Comentários:

Lucas Ferraz disse...

Amei, exatamente o que procurava sobre cirurgia do aparelho digestivo, obrigada!

Juliano Castillo disse...

🖒

Postar um comentário

  • Titulo da imagem ou post

    UFV.

  • Test with enclosures

    Departamento de Medicina Veterinária.

  • .

  • Título da imagem ou post

    .

  • Blogger Tricks